domingo, 26 de dezembro de 2010

Jingle Bells !

Você se dá conta que sua noite de Natal tá animada quando você tá no quarto trocando de roupa, seu sobrinho entra trêbado pra pegar um desodorante e só se dá conta que você tá pelada tentando se tapar quando você dá um grito.

Natal em família, animando minhas noites desde 1984 !

=)

Feliz Natal !!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Sexta feira?

Sou só eu que acho isso ou todos os dias de dezembro são sexta-feiras?

Nada rende nesse trabalho, MEODEOS

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Já é Natal

Diálogos com um sobrinho de 12 anos...

- Hamburguer, o quê você quer de Natal?
- Qualquer coisa
- Pode ser roupa?
- Pode
- Blusa ou bermuda
- Bermuda
- Que tamanho?
- 42

...

- Ah, já sei o que eu quero de presente!
- O quê?
- Um lego
(eu surtando, disfarçadamente) - Poxa, Hamburguer, lego é meio caro... você quer as pecinhas de montar ou o jogo de video game?
- É, é... pode ser um jogo de video game
(eu surtando mais ainda) - Olha, vou ver o preço, tá?

...

(eu apelando) - Hamburguer, seu video game é desbloqueado?
- Não, tô juntando dinheiro pra desbloquear...
- E isso é caro?
- Uns 80 reais.
(eu, só me fudendo)- Ah, tá...
(a criança percebendo meu desespero) - Mas pode me dar a bermuda tamanho 42 mesmo, tá?
- Ah, então tá bom!

...

Tia pobre, prazer...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Nascimento S2

Eu fico vendo as notícias e me dá uma revolta tão grande. Eu nunca fui muito de discutir posições políticas porque: primeiro isso sempre dá confusão, segundo porque eu não entendo muito disso e terceiro porque eu não acredito em nenhum político brasileiro.

Mas a gente pára e olha pro Rio e chega a dar pena. Como que uma cidade tão linda e mundialmente conhecida pode estar nas mãos de amadores? Porque é isso que esses politiCUzinhos de merda são: amadores.

Será que eu sou tão idiota a ponto de achar que gastar dinheiro com Copa e Olimpíadas é uma estupidez? Porque não investem em educação? Em hospitais?

Porque o governo gasta tanto dinheiro em presídio e com transferências de presos? Porque eles mantêm esses caras vivos? Direitos humanos ou conveniência? Porque eu tenho certeza que eles não pensaram nos direitos humanos quando mataram o pai ou a mãe de alguém...

É tão difícil ver tudo o que tá errado? Eu vejo tudo de uma ótica tão simples...

Parece que o complicado é ser honesto e dar a cara a tapa. Deve ser difícil abrir mão daquele "dinheirinho" extra no fim do mês se você mandar matar um bandido né?

Sabe o que dá pena? A gente assiste Tropa de Elite e sai de lá impressionado... mas eu fico triste de reconhecer tantos políticos corruptos no filme e não encontrar ninguém real que chegue a altura do Coronel Nascimento.

A gente só pode contar com o Paes e o Cabral indo na TV e falando que estão firmes e os bandidos estão acuados. Amham, tá bom né...

Nascimento que tava certo:

O sistema é foda, parceiro.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Update

Só pra constar:

não fui presa não, tá?

Só ando sem inspiração...

;)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Engarrafamento

Ficar presa no engarrafamento é legal (mentira) porque te faz pensar em muitas coisas e observar tudo ao seu redor.

Daí que lá no início (ou no fim?) da Linha Amarela fica aquela cambada de gente vendendo besteiras.

Os produtos se concentram em comida: biscoito globo, pipoquinha doce do saquinho rosa e chocolates. De vez em quando aparecem uns biscoitos de vento ou pirulito de chupetinha.

Mas o fato é que todo mundo, TODO MUNDO, vende comida.

Agora me explica porque existe um ser, todo vestido de branco, de óculos escuro dourado, vendendo peteca. Sim, PETECA.

Porque realiza né. Você lá no trânsito entediada, qual a melhor opção? É ÓBVIO que é jogar peteca com o amiguinho do carro ao lado !!!

Eu não consigo deixar de achar que ele injeta drogas na peteca pra vender disfarçadamente pros seus consumidores.

Isso quer dizer que... se eu não aparecer mais por aqui foi porque eu comprei a peteca pra matar a curiosidade e fui presa, ok?

Beijos!

;)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Dicas de beleza

Querida leitora,

A dica de hoje é pra deixar suas unhas cada vez mais bonitas.

Sabe quando a sua unha dá aquela quebradinha ameaçadora lá perto do sabugo? Daquele tipo que você sabe que se cortar vai arder e ficar completamente diferente das outras?

Não se segura, amiga.

Pega um pedacinho de durex, cola por cima e dá uma dobradinha por baixo da unha.

Fica um A-R-R-A-S-O !!

Beijos e até a próxima!

--

Idéias loucas, trabalhamos! ;)

domingo, 19 de setembro de 2010

Babys

Minha amiga Mari (linda linda) tá grávida e eu sonhei que ela tava tendo a baby.

E fui logo contando pra ela.. eis a conversa:

L: Mari, sonhei que a Cissa tava nascendo. A gente tava conversando, sua bolsa estourava e era mó confusão, até acordei tensa !

M: Ai nem me fale em sonho...

L: Ué, porque ?

M: Sonhei que a Cissa nascia e era doente!

L: Doente?!?!?! Como assim??? Quê que ela tinha??????

M: Não, D-U-E-N-D-E! Tinha orelhinhas pontudas e tudo!

L: Aaaaah.. ok.

...

Eu contei pra vocês que a Mari é a pessoa mais monga do mundo? Ah tá.. !

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Causos

Tava indo pra casa da minha amiga, na Freguesia, e obviamente errei a saída da Linha Amarela.

Depois de muitas voltas, consegui cair de novo na Linha Amarela pra pegar a saída certa dessa vez.

Tô dirigindo e cantando, dirigindo e cantando, o pedágio tá chegando, cantando e dirigindo, o pedágio tá quase, me empolgo cantando, o pedágio tá chegaa... UÓN UÓN UÓN UÓN UÓN (sirenes, ok?)

Eu tava na cabine do Auto Expresso.

Oi, eu não tenho Auto Expresso.

Calote na Linha Amarela, trabalhamos.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Cada amiga supre uma necessidade diferente

Recebi esse texto por e-mail duas vezes, de duas amigas diferentes. Achei tão fofinho...

"Quando eu era pequena, acreditava no conceito de apenas UMA melhor amiga para toda a vida.

Depois, como mulher, descobri que se você permitir que seu coração se abra, você encontrará o melhor em muitas amigas.

É preciso uma amiga quando você está com problemas com seu homem. É preciso outra amiga quando você está com problemas com sua mãe ou irmã. Uma quando está se sentindo muito gorda, ou muito magra, muito alta ou muito baixa...

Uma outra quando você quer fazer compras, compartilhar, curar, viajar, rir, ferir, chorar, meditar, brincar, ir ao cinema, ao teatro, ir ao salão de beleza, se divertir na praia ou apenas ser você mesma.

Uma amiga dirá 'vamos rezar', uma outra 'vamos chorar', outra 'vamos lutar', outra 'vamos fazer compras', outra 'vamos saltar de pára-quedas'...

Outra 'vamos numa vidente', ou 'vamos tomar um porre', outra 'vamos paquerar', outra 'vamos para um SPA', ou...

Uma amiga atenderá às suas necessidades espirituais, sempre saberá dar o melhor conselho e você sentirá que é uma resposta divina...

Uma outra amiga atenderá à sua loucura por filmes, livros e DVDs... uma outra à sua paixão por sapatos ou bolsas...

Uma outra por perfumes, jóias, velas ou incensos, uma outra por cultura, aventuras e viagens...

Uma outra amiga atenderá seu desejo por chocolates, outra por quadros, decoração, outra por música e dança...

Outra enviará uma resposta que você precisa por email, outra estará com você fisicamente em seus períodos confusos, outra estará a milhares de quilômetros, mas dará um jeitinho de se fazer presente...

Outra será seu anjo protetor e uma outra será como uma mãe.

Mas onde quer que ela se encaixe em sua vida, quer você a veja pessoalmente ou não,
independente da ocasião, quer seja o seu casamento, ou apenas uma segunda-feira chuvosa, todas são suas melhores amigas e estarão presentes como puderem.

Elas podem ser concentradas em uma única mulher ou em várias... Uma do ginásio, uma do colegial, várias dos anos de faculdade... Umas da academia, outras do clube, outras daquela viagem... Algumas de antigos empregos, algumas da igreja ou da Yoga...

Outras da internet, outras amigas de suas amigas, ex cunhadas, ex rivais, ex chefes ou ex colegas...

Pode ser até mesmo aquela escritora famosa que te ajuda através de um bom livro ou de um programa na TV... Em alguns dias uma "estranha" que acabou de conhecer e em outros até mesmo sua filha ou neta.

Pode ser ainda sua irmã, cunhada, prima, tia, madrinha, mãe, vó, bisa, vizinha...

Enfim, as possibilidades são infinitas!

Assim, podem ter sido 30 minutos ou 30 anos o tempo que essas mulheres passaram e fizeram a diferença em nossas vidas, elas sempre deixam um pouquinho delas dentro da gente! (...)"

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Estranho...

Tava remexendo nuns cd’s antigos que eu ouvia na adolescência e acabei ouvindo umas músicas que me remeteram muito ao passado...

E fiquei tentando me lembrar quando foi exatamente que eu me tornei a pessoa que eu sou hoje, porque nem sempre eu fui assim...

Eu me lembro de um “eu” tão depressivo. Mas não lembro quando foi que eu deixei de ser assim. Só sei que em algum momento eu me dei conta de que as pessoas gostavam mais das pessoas que eram felizes do que as que eram tristes. Aí eu comecei a ser feliz.

Ou pelo menos comecei a fazer um bom trabalho no que diz respeito a “parecer feliz”. E, sim, as pessoas começaram a “gostar mais de mim”. Porque eu me tornei mais suportável.

E eu vivi com o “modo depressivo” desligado por tanto tempo...

Mas ultimamente eu tava me sentido tão distante de mim mesma, que eu acabei ligando ele de novo.

Uma sensação de nunca ter tempo pra nada, de estar sempre esperando por alguma coisa. Sabe quando parece que a vida ainda não começou?

Parecia até que meus pensamentos não eram mais meus. Que o meu mundo não era mais meu.

E eu não queria falar, sabe. Não queria conversar. Não queria trazer milhões de assuntos à tona.

Aí foi preciso levar uma porrada e perceber que essa minha postura fechada tava machucando a pessoa que mais se esforça pra me ver feliz. E eu me dei conta que por mais louca que eu posso estar precisando ficar, essa pessoa vai me aturar. Deve ser amor, sei lá.

Só sei que depois de 2 anos, eu me vi completamente apaixonada de novo. Sabe aquela sensação de início de namoro?

E liguei o modo “tô feliz” de novo.

O amor cura mesmo muita coisa. Fácil assim.

;)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

30 coisinhas básicas...

30 coisas que as mulheres detestam nos homens:

1-Desculpas esfarrapadas;
2-Atitudes Infantis;
3-Desleixo com a aparência;
4-Cantadas bobas;
5-Falta de Atenção;
6-Ser deixada para segundo plano;
7-Traições;
8-Machismo;
9-Ter que escutar eles falando dos relacionamentos antigos;
10-Grude;
11-Grosserias;
12-Hábitos irritantes;
13-Falta de educação;
14-Comentários inconvenientes;
15-Insistência;
16-Que eles mexam em sua bolsa;
17-Desconfiança;
18-Atrasos;
19-Esquecimentos;
20-Assuntos banais;
21-Paquerar outras mulheres na sua frente;
22-Prosa ruim;
23-Contar vantagem para os amigos;
24-Falta de respeito;
25-Falta de consideração;
26-Falta de caráter;
27-Falta de paciência;
28-Falta de inteligência;
29-Desorganização;
30-Bebedeiras.

Concordei em 93% !

Original aqui!

;)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Dylon

“Estou em outro patamar, fazendo uma coisa nova, um pop-rock-romântico. Sou tipo o Justin Bieber porque sou ‘teen’ também. Um ‘teen’ que tem uma escola diferenciada. Venho do surfe, que tem uma malandragem, que tem gírias, papos maneiros. Mas tenho essa coisa inocente. Sou um bom moço. Sou para casar, com certeza”

É sério, clica aqui ó

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Veríssimo

"Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que NADA!"

terça-feira, 27 de julho de 2010

A minha saga Twilight

Tudo começou com uma idéia despretensiosa de ler o primeiro livro, porque tava rolando toda uma comoção em torno do primeiro filme que estava pra estreiar: Twilight.

Sim, eu sei, eu me rendo à modinhas, blá blá blá...

Mas rolava uma expectativa de que Twilight fosse melhor que Harry Potter. Eu tinha que conferir, mexeu na ferida né.

Como eu tenho TOC, precisava ler o livro antes de ver o filme. Então comprei né. Aproveitei e comprei em inglês, pelo menos eu treinava o vocabulário.

E daí surgiu o primeiro problema. Eu sou a única Engenheira que eu conheço que é metida a criticar a forma de escrita dos autores dos livros que eu leio. E a Stephenie Meyer me deixava tensa.

Meu Deus, como ela enrolava. Tudo era motivo pra uma declaração de amor. Em toda cena cabia uma melação. O que eu resumiria em duas frases, ela escrevia em 10 parágrafos.

Ok, eu usei a técnica do embromation na minha monografia, mas, minha gente, sejamos práticos né. O Edward ama a Bella. A Bella ama o Edward. PONTO FINAL. Porque descrever isso com 50 comparações diferentes?

Acabei o primeiro livro me forçando a leitura. E fui ver o filme. Que eu achei uma péssima adaptação, aliás.

Cenas invertidas e mal cortadas, coisas mal encaixadas. Pouco claro pra quem não leu o livro. Isso sem falar na escolha dos atores, que não fazem jus à descrição dos seus personagens nos livros. Nem psicologicamente e nem dentro do roteiro que deveria ser fiel ao livro.

Mas.. livro lido, filme assistido. Missão cumprida né? Há, o problema tinha apenas começado.

Lembra do meu TOC? Pois é. Era contra o meu ser ler 1 livro só de uma coleção de 4 livros.

Ok, lá fomos nós. Comprei o New Moon. Que bateu os recordes de melação de Twilight. A Stephenie tava ficando boa nisso. Mas eu fui até o fim. Aquela vaca não ia me vencer.

Vi o filme, pensando em dar uma segunda chance à adaptação. Bleh, não me conquistou.

E então eu precisava ler o Eclipse. Era questão de honra já. Aí comecei a ler. E não dava, não descia. Abandonei. Um a zero pra você, Stephenie.

Mas aí minha amiga pediu meus livros emprestados e falou que valia a pena passar pela parte chata do início de Eclipse porque depois o livro ficava bom. E eu pensei... será que isso tudo é um plano da Stephenie pra me sacanear?

Comecei a ler o Eclipse de novo. Porra, não dava. Abandonei de novo. Já era, desisto, você venceu, Stephenie.

Aí o filme Eclipse ia estreiar. E meu TOC bateu de novo. Porque eu ia querer ver o filme. Sim, eu ia querer fazer isso comigo. E eu só podia ver o filme depois que eu lesse o livro.

Soprei a poeira da porra do Eclipse, levantei a cabeça, respirei fundo e comecei a leitura pela TERCEIRA vez.

Porra, mas a Stephenie era mesmo uma filha da puta. De onde, meu Deus, de onde ela tirava tanta melação? Mas eu consegui. Vitória! Eu li até o fim. A guerra tava acabando.

Fui ver o filme. Não, também não me conquistou. Se o Jacob aparecesse em todas as cenas sem camisa talvez a minha idéia mudasse, mas... enfim. Deixa pra lá.

E então eu precisava ler o último livro. A batalha final entre Stephenie e eu. Ganhei o Breaking Dawn de presente. E assim que eu acabei o Eclipse já emendei nele pra não perder as forças. Eu não via a hora daquilo tudo acabar. Eu precisava me desvencilhar dessa sina em que eu tinha me metido.

A essa altura eu já tava acostumada com a melação escorregadia daquela vaca. Já tava preparada. Mas eu não esperava o golpe certeiro que ela ia me dar...

Ela fez a Bella engravidar. Do Edward. O vampiro.

Já era de uma puta coragem ela falar que vampiros brilham no sol. Mas, minha gente, ela engravidou a Bella (!!!).

E mesmo quando meu namorado veio me explicar que aquilo era possível nas histórias loucas de vampiros que eu não entendo, já era demais pra mim. Eu já tava achando que aquilo era o Bebê de Rosemary. Porque a Bella não tava carregando uma criança normal. Nãããoo. Era um monstrinho que fodia ela inteira por dentro porque crescia em velocidade da luz e precisava de sangue.

Era demais pra minha cabeça. Ninguém sabe o que eu passei.

Mas eu lutei. Lutei até o fim. Vi a criança esquisita nascer. O Jacob se apaixonar por ela e eles brigarem com a polícia dos vampiros, os Volturi.

E todo mundo sobreviveu. Todos viveram felizes para sempre.

E eu?

Ah, eu perdi sérias horas da minha vida lendo estes livros. Não me acrescentaram quase nada. Não mudaram minha vida em nada.

Aí sabe o que eu fiz?

Comprei o outro livro da Stephenie Meyer.

É, eu sei. Eu também tô me xingando...

;)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Adorável Psicose: O problema

Adorável Psicose: O problema: "É que eu sempre acho que sou a única que continua pensando sobre o assunto, enquanto os outros estão tomando champanhe e rindo para o alto,..."

--

Chique não? E é bem verdade...

Apa !

Sério..

odeio essas marés de azar que batem de vez em quando.

A última gracinha foi perder a chave do carro hoje de manhã.

Pra mim já deu, heim!

Apa porra, destino!

Vamos voltando a ficar bonzinho que essas sacanagens já perderam a graça!

Bleeeehh !!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Créu

Tem dois anos e alguns meses que eu trabalho aqui no meu trabalho... isso quer dizer que eu passei por poucas e boas, situações engraçadas e stresses.

E, em relação ao trabalho, eu criei muitas planilhas que facilitavam minha vida.

E que se ligavam. E que faziam o controle financeiro. E que deixavam meu dia mais feliz.

Aí um dia a gente acordou e o servidor deu pau.

E a gente não tinha back-up.

T-H-E. E-N-D.


-- x -- x --


UPDATE - 16-07-10

Ontem uma empresa que trabalha recuperando arquivos (Salvadora da Pátria S.A.) informou que consegue recuperar 90% dos arquivos perdidos.

Deus, que os 10% restantes não sejam meus. Amém.

domingo, 11 de julho de 2010

Heim?

Pára pra pensar...

eu trabalho pra pagar um carro que eu comprei pra ir trabalhar.

Porque então eu não posso vender o carro e ficar em casa coçando?

Que coisa mais sem sentido heim, minha gente...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Identificando-me...

"... Queria tanto um dia conseguir controlar essa cólera que surge de repente e explode na minha cabeça, deixando uma nuvem vermelha diante dos olhos que me impede de enxergar presente, passado, futuro e tomar decisões acertadas! Remédios. Terapia. Florais. Meditação. Não adianta. Nem mesmo a lembrança de toda a tristeza ajuda, porque na hora, a nuvem vermelha encobre o juízo.

Vivo eternamente tentando agradar e amar e ser boa, porque sei que em algum momento vou estragar tudo, e minha esperança é que a pessoa relembre esses bons momentos para suportar a explosão e me perdoar. É claro que isso não acontece, porque eu 'destruo tudo com uma frase'. O problema é que esse 'tudo' engloba, principalmente, a mim mesma. Dez segundos de explosão e eu volto a ser um trapo de gente, volto para a miséria da qual demorei tanto tempo para sair."

--

Roubado do Mary Jo living alone e devidamente encaixado à minha personalidade.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Humilde e Ávido

"Quando jovens que estão se formando na escola ou na faculdade me pedem conselhos, eu foco em duas palavras e agora vou explicá-las:

SEJA HUMILDE
* Não pense que você sabe tudo. Veja a si mesmo como um aprendiz pela vida toda, que está sempre procurando modos de aprender, crescer e melhorar.
* Veja todos como professores e aprenda lições com todas as pessoas que você conhecer.
* Esteja aberto a novas ideias e estratégias para levar sua vida, escola e trabalho a um próximo nível.
* Quando as pessoas te acharem brilhante, não deixe que isso suba à sua cabeça. Quando as pessoas te acharem péssimo, não deixe que isso suba à sua cabeça.
* Viva com humildade, porque no minuto que você achar que chegou à porta da grandeza, ela vai fechar na sua cara.

SEJA ÁVIDO
* Siga sua paixão, melhore continuamente e determine novas metas e marcos.
* Procure novas ideias, novas estratégias e novos modos para tirar você mesmo de sua zona de conforto.
* Invista tempo, energia, suor e dedicação para ser o melhor que puder e deixe que Deus faça o resto.
* Esteja disposto a pagar o preço que o sucesso traz. Não seja comum. Se esforce para ser o melhor.
* Decida-se a deixar um legado. Mesmo com pouca idade é importante pensar sobre qual legado você quer deixar, porque saber como você quer ser lembrado te ajuda a decidir como você quer viver hoje.

Enquanto eu compartilho este conselho, minha esperança é que estas palavras sejam carregadas por toda a vida. Afinal, ser humilde e ávido não é só pros jovens, mas também para todos que querem ser o seu melhor.

Independentemente de idade, educação ou status na carreira, se permanecermos humildes e ávidos todo o resto vai se encaminhar sozinho."

Jon Gordon

sábado, 5 de junho de 2010

Alien, O Oitavo Passageiro ou Apaixonada Demais

"Meu mundo interno já nem fala mais...
Ele berra, esperneia e urra...
Tem um bicho que briga na minha barriga

Não me deixa dormir e me diz coisas que eu não quero ouvir...
Vaidosa demais...
Burra demais...
Escandalosa demais
Egocentrada demais
Pretensiosa demais
Preocupada demais

E ocupada demais
Obediente demais
Suicida demais
Ai, eu tô gorda demais

Adolescente demais
Boba demais
Eu sou boba demais
Sou promissora demais

E agressiva demais
Talentosa demais
Eu sou cobaia demais
E eu vou à praia demais

Sou linda mais que demais
A vida é boa demais
Dependente demais
E sedutora demais

Apaixonada demais
Eu só não sei se esse bicho...
essa coisa que me parte...
é vontade de morrer, ou é obra de arte."

- Maria Mariana -

--

Maria Mariana relembrando a adolescência e me descrevendo bem demais.

;)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Heim?

Eu não entendo...

1. ... porque as pessoas acham que é muito legal ouvir música no celular SEM o fone de ouvido e, por consequência, fazem todos ouvirem a mesma música (que geralmente é pagode!)

2. ... porque ninguém fala o nome do tal vulcão da Islândia. Tudo bem que o nome dele é algo como EYJAFJALLAJOKULL. Mas então porque os jornalistas o chamam de "vulcão de nome quase impronunciável"? Se é QUASE impronunciável, porque você não pronuncia, porra?


PS: "vulcão de nome quase impronunciável" não te faz pensar em Voldemort, "aquele que não deve ser nomeado"? hahaha

;)

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Praça XV - Mal. Hermes

Minhas aventuras no ônibus estão cada vez melhores...

Ontem, voltando pra casa, entrei no ônibus com bolsa, jaqueta, pasta, tudo numa mão só e me segurando com a outra.

Eis que um menino novinho, com cara de bonzinho, mais rápido do que se possa dizer 'assento preferencial', ofereceu o lugar dele pra mim. E eu "po, não precisa, você já vai descer?" e ele "não, mas senta aqui, pode sentar" e levantou. E eu sentei né, não ia dar mole, pessoa cansada que sou.

Aí eu pensei, porra, porque o moleque ME deixou sentar sendo que tinham outras mulheres em pé? Então...

Opção 1 - Ele achou que eu tava grávida.
Ok, eu não tô fazendo a Gisele Bundchen ultimamente, mas daí achar que eu tô grávida é FODA.

Opção 2 - Ele ficou com pena das minhas olheiras.
Sério, essa eu até entendia, porque eu tenho umas olheiras tão bem desenvolvidas que meu digníssimo me chama de Kung Fu Panda.

Opção 3 - Todas as alternativas anteriores.
Ele achou que eu era uma grávida cansada e se penalizou.

Legal.

Sou uma panda grávida.

Próxima!

_|_

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Del Castilho - Fundão

Entrei no ônibus e não tinha mais lugar sentado. Fui a primeira a ficar em pé... odeio quando isso acontece.

Fui lá pra trás e o vidro traseiro tava sem aquelas propagandas busdoor, sabe? Aí dava pra ver todo o trânsito atrás do ônibus.

Eis que estávamos no engarramento da linha amarela e de repente eu olho pra trás e vejo uma mulher cantando sozinha dentro do seu carro.

Ok. Ela tava só cantando. Pensei "pô, que legal, ela tá feliz né"

Ok. Ela começou a dançar. E se empolgou. Se empolgou SÉRIO.

Gente, a moça-feliz-do-engarrafamento começou a dançar horrores dentro do carro. E ela cantava alto e fazia gestos e levantava as mãozinhas, parecia que tava numa boate. E as pessoas passavam por ela no engarramento com uma cara de "que porra é esta??" e ela não tava nem aí.

Quando me dei conta eu tava rindo sozinha dentro do ônibus e reparei que as pessoas também me olhavam com caras estranhas. E percebi que, ao contrário da moça-feliz-do-engarrafamento, eu me importava com o que as pessoas pensavam de mim.

Aí eu pensei "porra, vão se fuder, vocês pagam minhas contas?" e continuei rindo. Porque quando eu crescer eu quero ser igual a moça-feliz-do-engarrafamento.

;)

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Continuando...

Ao que tudo indica a culpa da zica é desse layout novo... meu suporte técnico vai resolver em breve rs

Enfim.. vou criar uma nova sessão, baseada no Comédia em Pé, em que se começa uma frase com "Eu não entendo.." e você conta sua revolta.

Eu acho que vai ser um bom método pra desabafar... rs

Então.... Eu não entendo...

1) ... como (ou porque) eu gastei 10 folhas do meu cheque num intervalo de 4 dias.

2) ... porque as pessoas acham que é legal colocar um perfume doce às 7h da manhã e saírem pra andar de ônibus. E o melhor é quando elas sentam do seu lado (você, pessoa alérgica) e ficam se mexendo pra levantar mais ainda o cheiro.

Ai me sinto melhor! rs

;)

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Zica?

Oi, tem alguém lendo aí?

Vejam só minha surpresa quando adentrei o mundo do De Salto Alto e vi que tinha um post falando que sua autora (me dei conta que não sei seu nome =/) tentou comentar no meu blog e não conseguiu. Oi, alguém tenta aí pra ver qual é a da zica?

Mas sobre o post... acho que meu comentário sobre tatuagem do post anterior pode ter causado alguma revolução. Mas como eu não sei o que ela ia comentar, eu tô aqui tentando adivinhar..

Alguém tem alguma sugestão sobre a zica dos comentários?

quarta-feira, 21 de abril de 2010

E ain !

Ixi... tem tempos que eu não venho aqui... tô meio sem tempo e meio sem coisa pra falar. Junta isso tudo com a preguiça e aí já viu...

Ah e eu continuo sem nada pra dizer. Mas eu andei pensando...

Sabe uma coisa que eu não entendo? Homem de cabelo grande. Já reparou que 80% dos homens de cabelo grande que você vê na rua estão com um rabinho de cavalo? Porra, se é pra prender, corta esta merda.
E também tem o caso de quando tem aqueles dreads. Essa semana eu vi uns dreads tão bizarros, que o cara colocou até anel e conchinha no cabelo dele. Sério, se olha no espelho, fazfavô.
E pior ainda são aqueles surfistas de cabelos lisos maravilhosos muuito mais bonitos que os seus. Ah cara, para né.

Mas sabe outra coisa que eu não entendo? Gente que faz tatuagens "abstratas". Cara, porque alguém tatua uma teia de aranha no braço? Se você for o Homem Aranha, tudo bem, nem critico. Mas em qualquer outro tipo de super herói ou pessoa normal fica meio estranho.
"Ah, é pra simbolizar a força que existe em mim comparada com a resistência da teia de aranha." Alôôu, desenha um bloco de concreto aí então!
Ah, fala sério né.
Eu acho que tatuagem tem que ser um troço que simbolize algo muito importante pra você.
Teias de aranhas simbolizam aranhas.
O Felipe Neto do
Controle Remoto falou nisso essa semana e eu fiquei pensando. As pessoas tatuam sem pensar e em locais completamente expostos. Aí um dia você dá uma cagada na vida, vira um profissional importante no seu meio e tem uma tatuagem de borboletinha na testa. Aí se vira nos 30 pra se explicar né...

Ai como eu perco tempo pensando na vida dos outros heim.. te contar...

Enfim

Tava aqui pensando no Jesus Luz. Aí fui procurar uma música dele pra baixar e ver o som do cara né... Digitei "Jesus Luz" no Vagalume. Apareceram todos os tipos de orações possíveis. Menos o nome da música do moleque. Sério, quem é Jesus Luz na noite? aff..

Ui, meu veneno tá pingando hoje heim..

Desligando o modo deboche.

Fico por aqui.

Cya! ;)

terça-feira, 16 de março de 2010

Melancolia...

Em 6 anos e meio de faculdade muita coisa aconteceu...

Eu conheci pessoas. Muitas pessoas. Umas chegaram e partiram, outras ficaram... Mas o fato é que todas e cada uma influenciou no meu caráter.

Eu conheci um mundo novo, que quebrava as paredes de segurança que eu construí na rotina casa-escola-casa. As pessoas eram diferentes, pensavam diferente de mim. E eu me vi meio perdida.

Deixar de ser a menininha-inteligente-da-escola-pequena foi estranho. Reconhecer que existem pessoas bizarramente mais brilhantes que você foi um processo esquisito dentro de mim.

Estudar até o desgaste virou rotina em certo ponto. Se fuder em algumas matérias também.

Mas aos poucos eu fui me achando. Vi que existia muito mais coisa na vida que eu não imaginava, que eu não podia controlar e muito menos prever.

Vi que o que eu não podia controlar, eu tinha que aceitar. A vida é assim.

Vi que, embora as pessoas fossem diferentes de mim em sexo, posição social, terra natal ou opção sexual, elas ainda tinham valores especiais. E em meio a essas diferenças eu me vi apaixonada por muitas dessas pessoas. Meus amigos.

Os momentos bons foram infinitos. Festas, bebedeiras, papos até altas horas, besteiras, muitas besteiras. As brigas também foram infinitas. Assim como as reconciliações.

E hoje eu posso dizer que eu levo de tudo um pouco. Abraços, sorrisos, lágrimas, gargalhadas estrondosas, micos, conquistas, nights de caráter duvidoso, programas de índio, presentes, aniversários. Felicidade. Tudo ficou.

E amanhã eu me vejo colocando um ponto final nessa caminhada.

Olhar pra trás dá uma saudade...

sexta-feira, 5 de março de 2010

Vivendo e aprendendo...

Visitando os blogs da vida e relendo alguns textos meus, como esse aqui, comecei a pensar na vida e em tudo o que eu tinha absorvido até hoje.

Então eu resolvi queimar a mufa e listar o que de bom eu posso extrair dessa vidinha até agora:

1. Ame
Sério. Ame. Ame as pessoas, ame você mesmo, ame suas coisas. Amar é o melhor jeito de conservar o que quer que seja. Quando a gente ama, a gente quer bem, e quando a gente quer bem, a gente cuida. Faz sentido, não faz?

2. Tudo que vai, volta
Sabe a Lei de Newton que diz que pra toda ação existe uma reação de mesmo módulo mas sentido contrário? Nem te conto que ela é aplicável a toda e qualquer coisa na vida. O universo age assim. Tudo que você emana, você recebe de volta.

3. Seja gentil
Eu me acho gentil, sério mesmo. Minha mãe é uma pessoa muito bondosa e com um coração gigantesco. Acho que eu aprendi um pouco disso com ela. E quando você é gentil, coisas boas acontecem com você. É o ciclo da vida.

4. Seja otimista
Tá mais do que comprovado que positividade e boas energias só trazem benefícios.

5. Seja um pouquinho egoísta
Não vai sair por aí gritando que o mundo gira ao seu redor, mas acho que é bom pensar na gente mesmo, fazer coisas boas pra si próprio. Não é bom a gente amar mais uma pessoa do que a gente mesmo, e nem colocar essa pessoa acima de nós.

6. Seja paciente
Tá aí uma coisa que eu aprendi e ainda não consigo colocar em prática. Eu sou uma pessoa muito estourada e sem paciência. Mas uma coisa que eu sei que eu tenho que praticar é que todo mundo tem seu ritmo. Nem todo mundo tem o raciocínio na mesma velocidade, então você tem que aprender a lidar com as falhas e outras características de cada um.

7. Não espere nada em troca
Esse negócio de ser gentil é complicado, porque sem querer você começa a esperar que os outros tenham com você a gentiliza que você tem com eles. Mas a verdade é que todo mundo pensa diferente, então não dá pra controlar as reações dos outros. Ou seja, aceita. Nem tudo que você faz de bom, você vai ter em troca.

8. Não deixe muita coisa pra depois
Se quiser dizer que ama uma pessoa, diga logo. Não é bom ficar empurrando as coisas pra frente, porque a gente nunca sabe o que vai acontecer daqui a 5 minutos. Seja claro, não deixe nada pendente.

9. Sorria
Eu não entendo nada de medicina, meu negócio é com número. Mas eu já li que rir ajuda a produzir endorfina. E endorfina deixa você feliz! Êêê!

10. Leve uma vida saudável
Pode soar piegas, mas do auge dos meus 26 anos eu percebi que toda vez que eu começo a levar uma vida mais tranquila, eu fico mais feliz. Tô falando de comer comidas saudáveis, dormir melhor, fazer atividades agradáveis. Coisas que preencham sua cabeça e te deixem mais leve. Aos poucos você vai ficando mais feliz e daí praticar os outros passos fica muito mais fácil.

Sacou?

;)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Destroy your enemy

Eu viciei em Age of Empires. Tá, eu sou fútil e sem personalidade, me vicio em qualquer coisa idiota, blá blá blá.

Daí que estávamos eu e digníssimo trancados no meu quarto tentando ligar meu laptop muito rápido pra gente poder atacar os ingleses inimigos que estavam entrando por baixo da porta.

E enquanto ele ligava o laptop, sabe o que eu fazia? Esmagava com a minha toalha rosa os bonequinhos que conseguiam entrar como se fossem formigas.

Minha cabeça louca, ladies and gentlemen !

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Arrasei

Ui, tô chique de wireless, meu bem!

Mamãe

Minha mãe é uma pessoa ótima, mas um tanto quanto... ahn... louca? dramática?... enfim...

Eu sou uma pessoa que tenta ver o lado positivo das coisas sempre, e ela é exatamente o oposto. Tudo é uma tempestade num copo d'água.

E ela tá passando por uma fase meio hardcore, sabe... e eu super entendo.

Mas daí eu estar tomando café e ela vir me contar que sonhou que a Hebe Camargo (oi? Hebe?) dizia pra ela que tudo ia ficar bem eu acho que é too much pra minha pessoa. Se fosse a Dercy eu achava um luxo, mas a Hebe é meio down, não?

Sanidade mandou beijos, mamãe!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Sem perrengue não tem graça

Então que eu deixei pra viajar no sábado de carnaval né... tipo, 5h da madruga saímos de casa, eu e meu digníssimo. Seguem fotos do que aconteceu até chegar em Ponta Negra:

Aproveita e dá bom dia pro helicóptero da JB FM!


Oi, carburador, tudo bem?


Deboche? Trabalhamos!


E já em Ponta Negra:

Engarrafamento na roça


Já posso abrir meu salão de beleza


Fora isso, eu descansei, joguei Age of Empires, vi desfiles, fui à praia, levei farinhada na cara, etc e tal.

Básico...

Qual a boa do ano que vem?

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Despertador

Ontem eu esqueci meu celular no trabalho, e como o nextel não tem despertador, eu pedi pra minha irmã me ligar de manhã cedo pra me acordar. Super prático né? Seria se eu não fosse neurótica...

Sonhei que eu estava na praia pegando jacaré quando me dava conta de que era 13:30 e eu estava, logicamente, mega atrasada.

Aí eu ligava pro trabalho e falava que eu tinha me atrasado porque a VACA da Dilma Rousseff não tinha me ligado pra me acordar.

Mas aí eu pegava um ônibus e chegava no trabalho. Que no sonho era uma lanchonete. E o meu chefe tava lá distribuindo nossos novos uniformes.

E então eu me realizava num vestidinho tchutchuca prata, transparente e com a polpa da bunda de fora.

Eu mereço né?

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Informações 50 centavos

Acho que eu tenho cara de confiável.

Ontem na rua uma menina me parou pra perguntar onde ela pegava um ônibus lá.

Hoje um menino me perguntou onde era a entrada da faculdade no shopping.

Depois uma moça me perguntou onde era o prédio da LBV.


Tipo, oi, vou começar a cobrar tá?


O melhor foi que a moça veio perguntar e me chamou de "menina". Quando você tem 17 anos e tem cara de criança é um problema. Mas quando você se sente velha aos 26, te acharem com cara de novinha, ah meu bem, isso é um puta elogio!

Ganhei a semana! rs

;)

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Devaneios

Tava num salão lotado fazendo a unha.

Tinha tanta mulher junta que elas se acumulavam sentadinhas na escada.

Eu tava na minha cadeirinha, com a mulher tirando minhas cutículas.

E quem era ela?

A Lia do BBB.


(será que eu tô vendo BBB demais?)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Super eu

Ai preguiça do caralho de escrever aqui heim...

Sei que meu aniversário passou... oi, 26, tudo bem? V-E-L-H-A !!

E nada mudou. Eu adoro fazer aniversário, mas eu sempre me impressiono como nada muda em mim mesmo que a idade aumente. Estranho, não?

Enfim, os dias passaram, eu fui no show do Tiesto (que foi foda!), fiz um mega churrasco lá em casa, fui pra Via Show (arrasa, ném!) e fiquei alagada com a chuva de segunda.

Tudo atualizado, posso falar do hoje.

Tô quase terminando a monografia. Iei!!

E achei um texto que eu super me identifiquei no "Dois cigarros e um café". Olha só:

"(...) Por um motivo qualquer inerente a minha personalidade, não vim para essa vida para brincar. Quem me vê assim acha que eu sou a pessoa mais insana e relax do mundo. Ledo engano.
Não gosto de gente lerda, gente burra e nem simpatizo com quem gosta de fazer as coisas pela metade. Não sou frouxa, não tenho medo de cara feia e não tenho pena de passar por cima de gente boazinha.
É um tal de gente meiga, tibitati, vestido rosa de florzinha. (...)"

Super eu!

Bjotchau

;)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Comentários pertinentes

Dois comentários / questionamentos válidos:

1. Há um tempo atrás eu li num desses blogs aí da vida que era muito estúpido a gente chamar os herdeiros da família real de príncipes e princesas. Porra, para pra pensar. Realmente é ridículo, afinal há quanto tempo o Brasil não é mais monarquia?
Enfim, eis que essa semana eu vi na Globo um comercial da Caras com uma promoção pra ganhar copinhos e tacinhas da família real. E quem faz o comercial é a Princesa Paola de Orleans e Bragança. Gente, sério. Eu acho que ela é a Lady Gaga.

2. Em época de BBB, responda. O que é pior, aceitar entrar de novo num reality show de malucos porque você obviamente não tem perspectiva de vida ou entrar de novo num reality show de malucos e perder pela segunda vez?

Dá o que pensar não??






NOT!
haha

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Rotina

Acho que pensar nas coisas realmente as atrai. Se liga:

Hoje vindo pro trabalho pensei que eu precisava fazer um curso de gestão pra dar um up na minha situation.

Eis que chego aqui e recebo um e-mail do meu chefe perguntando se eu quero fazer um curso de Gestão de Projetos 0800. Yeah!

Muito bom, né?

Agora eu achei meia barrinha de cereal na minha bolsa que eu comecei a comer na sexta. Ela tá com gosto de plástico. E eu tô comendo.

Se continuar na mesma lógica de atração... barriguite pestilenta aí vamos nós!

meleca!

;)

domingo, 10 de janeiro de 2010

Ainda dá tempo?

Recebi na newsletter do Jon Gordon uma lista de 20 dicas para ter um ano positivo. Acho que ainda dá tempo de seguir e fazer um 2010 legal, certo?

Aí vão elas:

1. Permaneça positivo. Você pode dar ouvidos aos cínicos e incrédulos e acreditar que o sucesso é impossível ou você pode acreditar que com fé e uma atitude otimista todas as coisas são possíveis.

2. Quando você acordar de manhã complete a seguinte frase: 'Meu objetivo hoje é ...'

3. Dê uma caminhada de gratidão pela manhã. Isso vai criar uma mente fértil para o sucesso.

4. Invés de ficar desapontado pelo modo como vocês se encontra, pense positivamente sobre onde você está indo.

5. Tome café da manhã como um rei, almoce como um príncipe e jante como um universitário com o cartão de crédito estourado.

6. Transforme adversidade em sucesso decidindo que mudança não é seu inimigo e sim seu amigo. Em meio ao desafio, descubra a oportunidade.

7. Faça diferença na vida de outras pessoas.

8. Acredite que tudo acontece por uma razão e espere boas coisas de experiências desafiantes.

9. Não desperdice sua preciosa energia com fofoca, vampiros de energia, problemas do passado, pensamentos negativos ou coisas que você não pode controlar. Invés disso, invista sua energia na positividade do momento presente.

10. Dê suporte a alguém e deixe alguém oferecer suporte a você.

11. Viva com os três E's: energia, entusiasmo e empatia.

12. Lembre-se que não há substituto para o trabalho duro.

13. Dê um zoom no seu foco. Todo dia quando você acordar pela manhã pergunte: 'Quais são as três coisas mais importantes que eu preciso fazer hoje que vão me ajudar a criar o sucesso que eu desejo?'. Então desligue as distrações e foque nestas ações.

14. Invés de ficar reclamando, foque nas soluções. É a chave para inovação.

15. Leia mais livros do que você leu em 2009.

16. Aprenda com seus erros e deixe que eles te ensinem como fazer mudanças positivas.

17. Foque no 'consigo fazer' invés do 'tenho que fazer'. A cada dia foque no que você consegue fazer, não no que você tem que fazer. A vida é uma dádiva, não uma obrigação.

18. Toda noite antes de ir dormir complete as frases: 'Eu sou grato por ...' e 'Hoje eu consegui fazer ...'

19. Sorria e ria mais. São anti-depressivos naturais.

20. Curta a jornada. Você só tem uma passagem pela vida então faça o seu melhor e a aproveite!

Uhuw! ;)