terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Sobre o tempo

Houve um tempo em que se era feliz
Tempo do simples
Tempo da alegria imediata
Tempo que bastava

"Havia um tempo em que eu vivia
Um sentimento quase infantil
Havia o medo e a timidez
Todo um lado que você nunca viu"

Houve um tempo calmo
Tempo que tudo cabia
Tempo que tudo passava rápido demais
Tempo de viver intensamente

"E agora eu ando correndo tanto
Procurando aquele novo lugar
Aquele festa, o que me resta
Encontrar alguém legal pra ficar"

Agora eu vejo, aquele tempo era o fim
Era o começo do meu tempo
Que se perdeu de mim

"Tempo, tempo, tempo, tempo..."

Houve um tempo que era pra viver
Pra se dar
E receber

Houve o tempo de crescer
Absorver
Amadurecer

Mas foi chegada a hora do tempo do hoje
O tempo sem tempo
O tempo do momento curto
Das dores compridas
Dos abraços rasos

Mas foi chegada a hora do tempo do hoje
O tempo em que se foca nas lembranças do ontem
E na esperança do amanhã

Há um tempo em que não se vive no seu tempo

Mas já houve um tempo em que se tinha tempo

E o tempo de hoje? Passa amanhã... virou o tempo de ontem!

"Tempo, tempo, tempo, tempo..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário